Parceiros

O coletivo Raiz das Imagens permanece em atividade e realizando ações graças ao apoio de uma grande família que fortalece e contribui para esta causa comum.

A Família INCAUSA que vem contribuindo para a continuidade das itinerâncias atualmente, também está investindo no artesanato indígena para reverter recursos diretamente às comunidades.

incausa

Facilitadores
 ***

edukraho-peq  Edu Yatri Ioschpe, o caminhante da alma
Fotógrafo, cineasta e educador audiovisual, sempre se preocupou em fazer um cinema mais próximo da realidade e que de alguma maneira gerasse consciência e auto-reflexão.
Em Barcelona, enquanto estuda cinema, cria o festival uma Poma (uma maçã), intervenção cultural onde o bairro participa, filma e discute suas origens e problemas, integrando e criando um senso de comunidade.
Ali descobre o poder e a necessidade de se criar esse espirito comunitário, e um paixao em projetar, criando novos publicos para a imagem em movimento.
Seus filmes rodam os cinco continentes mas vê nos festivais um circuito fechado e restrito a poucos, normalmente os que fazem. Começa a desenvolver uma série de videos chamada Retratos, filmes diretos e sem manipulaçao, uma realidade crua e por vezes desconhecida e polêmica. Um convite ao debate.
Em 2011 têm uma experiência decisiva entre a etnia Krahô, com um projeto chamado Cinema de Aldeia. Em pleno cerrado recebe o nome de Kahkur e, alí vivendo entre os krahô, aprende que a vida e a arte são inseparáveis, e neste choque começa a abandonar o ego.
Desde então se apaixona pela causa e se dedica a estudar a situação indígena mais a fundo. Vê na educação, aliada ao amor, a única forma de revolução; e em uma educação diferenciada através da imagem seu caminho da alma.
Ministrou aulas de fotografia e cinema para crianças a partir de 0 anos em uma escola democrática em São Paulo.

Acredita que o futuro está nos jovens, na raíz das imagens, e aposta uma vida nesse projeto itinerante. (Canal Vimeo)

 ***
 ***

IMG_2321Rodrigo Soares, o caminhante da consciência da vida

Roteirista, diretor e editor, acredita na vida e utiliza a câmera como elemento de conexão e equilíbrio entre todos os elementos, espécies e espectros. Inicia seus estudos de cores, formas e signos através do design e ilustração, durante anos dedica-se à música, e finalmente encontra uma forma de expressão mais completa no cinema.Em seus começos participa em coletivos que promovem uma cultura livre, onde inicia seus trabalhos audiovisuais. Após adquirir experiência, se translada a Barcelona e realiza seus estudos de cinema, nesta fase atua como roteirista, diretor, câmera e editor durante 10 anos.

Seu processo durante a vivência de 10 anos na Europa e visita à Índia, o fazem questionar o sistema e a indústria atual, criando um elo direto com os seres da natureza ao optar por um estilo de vida de respeito a todas as espécies. Logo, desta necessidade do contato com a natureza e com as raízes, de volta ao Brasil, inicia o coletivo Raiz das Imagens, para trabalhar com comunidades indígenas utilizando como instrumento de diálogo o cinema e a imagem, afim de gerar consciência e fortalecer a cultura tradicional. Aprender, ensinar e compartilhar é o que o vem incentivando a adotar um modo de vida mais simples e sustentável. A partir do contato com a permacultura, construção natural e sistemas agroflorestais em experiências itinerantes, sente o chamado para resgatar as sementes livres e a sabedoria da terra e em 2014 inicia o projeto Multiplica!. Movido pelo respeito e liberdade, hoje procura atuar com uma mão na câmera e outra na terra. (Canal Youtube)

 ***
 ***

juperfil-peqJuliana Tonalezzi, caminhante das cores

Fotografa, cenógrafa, artista plástica e educadora.

Iniciou seu caminho trabalhando com cenografia e direção de arte para tv, cinema e teatro, onde atuou por mais de 12 anos.

Durante dois anos em Londres desenvolve “Scrap Kingdom party”, atuando junto às escolas da periferia, como Co-Diretora de Arte trabalha na criação e desenvolvolvimento de iniciativas lúdico-educativas de conscientização meio-ambiental, unindo arte, reciclagem, música e dança.

De volta ao Brasil inicia o coletivo “ASSALTO CULTURAL”, um núcleo de difusão e produção de iniciativas artísticas e culturais de caráter espontâneo, com ações que promovem a experimentação, a independência criativa e a cooperação multidisciplinar.

A seguir, inicia o projeto independente chamado “REALQUALQUER”, fazendo seus primeiros trabalhos com documentários e fotografia, viaja mais de 8000km pelo Brasil em busca das histórias simples e puras das pessoas, muitas vezes incógnitos mas com valiosos saberes para compartilhar. Durante a caminhada se despertam questionamentos a respeito do sistema consumista desenfreado e da desconexão com a natureza e seus ciclos. Esta inflexão traz a tona sua paixão pela simplicidade dos povos da terra e nossas origens.
A partir desta experiência, toda sua vida e trabalho perdem completamente o sentido e deixa definitivamente sua rotina na grande cidade para apostar na itinerância junto ao coletivo “Raiz das Imagens” como forma de reaproximação dos povos tradicionais assim como de sua própria essência. Aprendendo e ensinando, buscando compartilhar saberes e experiências; ouvindo a terra e vivendo uma transformação a cada atitude e a cada escolha.
Assim encontra um novo caminho onde atua com sua arte pela soberania dos povos. Além da fotografia e do cinema, participa em ações de troca de sementes, bioconstrução e permacultura.

Apoiadores

O início deste coletivo em 2013, contamos com o primeiro projeto viabilizado através de financiamento coletivo no CATARSE

Agradecemos sempre estes apoiadores que nos motivaram e acreditaram:

Alice De Marchi Pereira de Souza

Amnah Asad

Ana Gold

Ana Paula Brasil Fiuza

Ana Rachel Guazzelli Estrougo

André Vallias

Angela Werner

biAh weRTHer

Bruna Baliari Espinosa

Carol de Marchi e Edu Rabin

Carolina Llacher

Combo filmes

Cristina Carrasco

Daniel Lemos

Daniel Stanczyk

Daniella D´Souza

Eddu Ferreira

Eric Maltz Turkienicz

Erison Carlos dos Santos Monteiro

Fábio Marques Ferreira

Fabricio Sviroski

Flávia Carpes Westphalen

Flavio Aquino

Flavio Flock

Gabriel Burd

Gabriel Pereyron

Gabriel Rosemberg

Gianni Puzzo

Hugo Pontoni

Inst. de Pesquisa da Div. Intercultural

James Sutton

José de Sá

Juliana Motta

Larissa Leal Gonçales

Laura Pereira de Souza Goldim

Letícia Rigatti

Liane Domene

Lourdes Buzzoni Tambelli

Lucas Rachewsky

Ludimila Fraga

Márcia Paveck

Mari Carolina machado

Maria Alejandra Rosales Vera

Maria Cecília Cominato

Mariana de Luca

Michelly Teixeira

Olavo Amaral

Patricio Rodriguez

Paula Rodrigues Furtado

Paulinho Azevedo

PauloHN

Pedro Gusmão

Priscila Aragão

Renata Cardias Kawaguchi

Richarley Menescal

Rodrigo Maia

Samantha Carvalho

Santiago Luz

Sergi Estiarte

Simone Longo de Andrade

Sofia Larroca

Susana Lanzer Pereira de Souza

Tiago Bortolini de Castro

Usina da Forma

Vanessa Watanabe